Logo del Ministerio Centro de Recursos de Rio de Janeiro

Menú

Buscador

Links de navegación

ABEH


ANUARIO BRASILEÑO DE ESTUDIOS HISPÁNICOS



O Anuário Brasileiro de Estudos Hispânicos está recebendo artigos para o exemplar de 2011.

Data limite para recebimento de artigos:     31 de julho

 

por email:

anuario-abeh@cmc.com.br

ou por correio:

 Anuario Brasileño de Estudios

Hispânicos –Av. Jorge João Saad, 905 – Morumbi –

CEP 05618-001 – São Paulo – SP – Brasil.


Publicação: outubro de 2011



O Anuário brasileiro de estudos hispânicos (ABEH) publica artigos,

resenhas, traduções e informações diversas em espanhol e em português.


Todos os artigos são revisados e avaliados por um Conselho de Redação, que decide sobre a aceitação e sobre o volume no qual serão publicados. O Conselho de Redação não devolverá os originais recebidos nem manterá

contato sobre os mesmos até que sejam decididos quais trabalhos serão

publicados.


Os trabalhos enviados devem ser originais e inéditos e não devem estar

aprovados para publicação em nenhum outro lugar. Os textos deverão estar

gravados, preferencialmente, no “Word” para “Windows”.


Os originais deverão estar de acordo com as seguintes normas de apresentação:


1. Todo trabalho deverá ter uma primeira página indicando o título, o nome do autor (ou dos autores), situação acadêmica e instituição a que

pertence(m), endereço, telefone, email, assim como a data de envio.

2. Também deve ser incluído um resumo (5 linhas) na língua do artigo e um abstract (em inglês), ambos com 5 palavras-chave.

3. A extensão do trabalho não poderá ser superior a 60.000 caracteres, no caso dos artigos, nem a 10.000 caracteres, no caso das resenhas. Não serão considerarão os trabalhos que ultrapassarem os limites de caracteres.

4. Formatação: fonte Times New Roman, 12, com espaçamento duplo (28 linhas por página, 80 caracteres por linha), com margem mínima de 4 cm à esquerda.

5. As citações breves aparecerão no texto entre aspas; as citações maiores deverão estar em um parágrafo destacado.

6. As palavras que mereçam destaque, por razões de conteúdo ou estilo,

devem aparecer em itálico, nunca em negrito ou em caixa alta.

7. As notas deverão aparecer no rodapé e com espaçamento simples. Nas

notas não se incluem referências bibliográficas completas (as referências

deverão estar em uma bibliografia final).

8. A fonte de uma citação ou uma referência deverá estar entre parênteses no corpo do texto, determinando o autor (se o nome não aparece imediatamente antes), o ano de publicação e a página (se for o caso).

Exemplos: “como afirma Maravall (1986: 138)” ou “(Maravall, 1986: 138)”.

9. Os quadros, mapas, gráficos e fotografias deverão ser originais e

oferecer a melhor qualidade possível, escaneados e gravados em arquivo com extensão .jpg, .gif ou .cdr. Todos deverão estar numerados e acompanhados de uma legenda que os identifique.

10. As resenhas deverão incluir um cabeçalho que mostre o nome do autor do livro resenhado, o título da obra, a cidade de edição, a editora, o ano de publicação e o número de páginas.

11. As traduções apresentadas deverão vir acompanhadas da correspondente autorização do autor da obra original (quando seja necessário).

12. Toda obra ou autor mencionado no texto deverá aparecer em uma

bibliografia final. A bibliografia se ajusta à seguinte apresentação:


Para livros:

SOBRENOME(S) DO AUTOR, Nome (ou iniciais), Ano de publicação, Título da obra (em itálico), Número de ed. (quando houver), Cidade de edição,

Editora.

Exemplo:

FONSECA DA SILVA, Cecilia, 1995, Formas y usos del verbo en español.

Prácticas de conjugación para lusohablantes, Madrid, Consejería de

Educación de la Embajada de España en Brasil.


Para artigos:


SOBRENOME(S) DO AUTOR, Nome (ou iniciais), Ano de publicação, “Título do artigo” (entre aspas), Nome da revista (em itálico), Número da revista,

pp. (páginas).

Exemplo:

LOPE BLANCH, J.M., 1994, “La estructura de la cláusula en el habla culta

de São Paulo”, Anuario brasileño de estudios hispánicos, IV, pp. 21-32.


Para capítulos de livros ou comunicações em atas de congressos:

SOBRENOME(S) DO AUTOR, Nome (ou iniciais), Ano de publicação, “Título do capítulo” (entre aspas), em Nome de editor (ed.) ou diretor/ organizador (dir./ org.), Título da obra (em itálico), Número do volume (quando houver), Número de edição (quando houver), Cidade de edição, Editora, pp.(páginas).

Exemplo:

GILI GAYA, Samuel, 1953, “La novela picaresca en el siglo XVI”, en G. Daz

Plaja (dir.), Historia general de las literaturas hispánicas, vol. III,

Barcelona, Barna, pp. 79-101.


Pie de página

© Ministerio de Educación